Relatos de Pesquisa

É com prazer que o Blog da revista Ensaio estreia hoje a sua seção de Relatos de Pesquisa. Trata-se de um espaço reservado ao pesquisador que queira dividir com os leitores da Ensaio o seu processo de pesquisa, cujo resultado final foi uma dissertação, tese ou um artigo. Pretende-se, de certa forma, mostrar o passo a passo de todo o processo, de modo a auxiliar aqueles que queiram desenvolver um trabalho de pesquisa e não sabem bem por onde começar.

Coube a Professora Doutora Sara Rozinda dos Passos inaugurar a seção com o relato de pesquisa que resultou em sua tese de doutorado, defendida em novembro de 2015.

A seguir, a Professora Doutora Rosa Torte falará acerca do artigo Projeto “Apostando no Futuro” : Estudo Avaliativo/2015. 

Esperamos que nossos leitores gostem, e outros pesquisadores se inspirem no exemplo da Professora Sara, além de dividirem conosco a sua experiência.

Boa leitura!

Segunda fase da Olimpíada de Matemática terá quase 1 milhão de estudantes

Fonte: Portal Brasil

Das 47.474 escolas públicas que participaram da competição, 90% têm estudantes selecionados para a segunda fase

Saiu nesta quarta-feira (10) o resultado da primeira fase da 12ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep). Dos 17,8 milhões de inscritos, mais de 913 mil alunos se classificaram para a próxima etapa da competição.

As provas que vão determinar os vencedores serão aplicadas em todo o Brasil no dia 10 de setembro. Das 47.474 escolas envolvidas na Obmep, 90% contam com estudantes classificados para a segunda fase da competição.

Para a coordenadora da Olimpíada, Mônica Souza, a participação das escolas é importante para despertar o interesse dos jovens pela matemática. “Nós percebemos que quanto mais os alunos têm contato com a prova, mais eles têm motivação a gostar de matemática, disse.

Em 2016, a Obmep bateu um recorde de municípios. Foram 5.544 cidades com pelo menos uma escola inscrita, o que representa 99% dos municípios do País.

Para conferir os resultados, os estudantes devem acessar a página da Obmep e selecionar o município e a escola que frequentam. Os classificados precisam se apresentar no local onde farão a prova com um documento de identificação e o cartão informativo da Obmep, que pode ser impresso pela internet.

O exame da segunda etapa terá seis questões dissertativas que vão exigir que os estudantes descrevam o raciocínio matemático usado para revolver os problemas. O resultado final deve ser divulgado em 30 de novembro. Serão 6.500 alunos premiados com medalhas (500 de ouro, 1.500 de prata e 4.500 de bronze), além de 46.200 menções honrosas.

Sobre a Obmep

Criada em 2005, a Obmep é a maior olimpíada estudantil do País e tem o objetivo de estimular o ensino da matemática e revelar talentos. Podem participar estudantes das escolas públicas brasileiras a partir do 6º ano do Ensino Fundamental.

Realizada pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa), organização social vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), é promovida com recursos do MCTIC e do Ministério da Educação (MEC) e tem apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM).

Escolas têm até sexta-feira (12) para indicar livros didáticos

Fonte: Portal Brasil

Instituições devem selecionar duas opções de obras sobre português, matemática, ciências, história, geografia e arte

Nesta sexta-feira (12), termina o prazo para que professores, diretores e coordenadores pedagógicos finalizem o processo de escolha dos livros didáticos para o ano que vem. O material será usado por estudantes dos anos finais do ensino fundamental (6º ao 9º ano).

Todo o cadastro pode ser feito pela internet na página do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Nesta edição do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD), serão selecionadas coleções didáticas que englobam todos os componentes curriculares dos anos finais do ensino fundamental: língua portuguesa, matemática, língua estrangeira moderna (inglês e espanhol), ciências da natureza, história, geografia e arte.

Até às 10h desta terça (9), 52,93% das escolas tinham realizado a escolha; 12,7% ainda estava em elaboração e 34,37% não haviam iniciado o processo. A rede pública do Distrito Federal é uma das mais adiantadas, com praticamente 86% das escolas com a escolha realizada. Continuar lendo

Prouni abre inscrição para bolsas remanescentes

Fonte: G1

Candidatos não matriculados têm até 26 de agosto para se inscrever. Quem já está cursando tem prazo até 14 de novembro.

O Ministério da Educação (MEC) abriu as inscrições para candidatos a 57.826 bolsas remanescentes de estudo em instituições privadas de ensino superior pelo Programa Universidade para Todos (Prouni). Candidatos que ainda não estão matriculados têm até 26 de agosto para concluir a inscrição. Quem já está matriculado e deseja buscar uma bolsa tem prazo até 14 de novembro.

De acordo com o MEC, do total de bolsas, 9.120 são integrais e 48.706 bolsas são parciais. As bolsas contemplam vagas em 22.974 cursos. O número de bolsas não preenchidas no Prouni do segundo semestre equivale a 46,1% do total. A maior parte das bolsas remanescentes são parciais: nesse caso, 71% delas terminaram o processo seletivo sem preenchimento. Já no caso das bolsas integrais, a taxa de não preenchimento ficou em 16%.

As inscrições devem ser feitas pelo endereço eletrônico prouni.mec.gov.br.

A seleção é feita de acordo com o desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), levando em conta dos critérios socioeconômicos da família do estudante. O programa concede bolsas integrais para candidatos com renda familiar bruta mensal per capita de até 1,5 salário mínimo. Já as parciais (50%) são dadas no caso em que a renda familiar bruta mensal per capita não exceda o valor de 3 salários mínimos.

A pesquisa das bolsas oferecidas só pode ser efetuada após o candidato se cadastrar no sistema. Na edição regular do Prouni no segundo semestre foram oferecidas 125.442 bolsas, sendo 57.092 integrais e 68.350 parciais ofertadas em 22.967 cursos de 901 instituições de ensino superior. Continuar lendo