Diretora de escola pública do Sergipe ganha prêmio Educadores do Brasil

Iniciativa reconhece, em Brasília, os melhores projetos e docentes pelo país

Fonte: O Globo

Brasília — Ações de combate à obesidade, incentivo ao ensino criativo da matemática e agricultura familiar, entre outros projetos, renderam a seis professores o Prêmio Iniciativa Educadores do Brasil, que busca reconhecer e divulgar boas práticas na educação do país. Na categoria Gestão Escolar, a maior premiação, chamada de Referência Brasil, teve como vencedora Maria das Graças Albuquerque Melo, diretora do Centro Educacional Professora Maria das Graças Menezes Moura, escola pública em Itabi (SE). A instituição atende cerca de 500 alunos do ensino fundamental, médio e educação de jovens e adultos.

Além de Maria das Graças, foram premiados, durante cerimônia realizada ontem em Brasília, outros 26 diretores que implantaram projetos inovadores de gestão. Já os seis professores vencedores saíram de uma lista de 30 docentes que também foram reconhecidos nas seis categorias existentes: creche, pré-escola, ciclo de alfabetização, 4º e 5º anos, 6º ao 9º ano e ensino médio. Eles receberam prêmios que totalizam R$ 488 mil.

Este ano, dois prêmios tradicionais — Prêmio Professores do Brasil e Prêmio Gestão Escolar — se fundiram para formar a Iniciativa Educadores do Brasil. O projeto de reconhecer boas experiências é feito pelo Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e pela União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), em conjunto com o Ministério da Educação (MEC) e com apoio de parceiros, entre eles a Fundação Roberto Marinho, instituição ligada ao Grupo Globo.

Foram inscritos 11.182 trabalhos de professores e 7.810 escolas no eixo que premia a gestão. A diretora Maria das Graças, citada como referência no país, disse que a administração escolar não pode prescindir de dois ingredientes: participação democrática e parcerias.

— A Secretaria de Educação não consegue resolver tudo, então buscamos parceria com órgãos municipais, como conselho tutelar, centro de referência em assistência social. Além disso, decidimos tudo com gestão democrática. Quando há impasse, vamos para votação — conta a diretora de 49 anos, 18 dos quais dedicados à educação.

O secretário-executivo do MEC, Luiz Cláudio Costa, afirmou que o prêmio representa uma ação importante para valorizar o trabalho do professor, que é peça fundamental na melhoria da educação brasileira.

— Parabéns aos premiados, que representam os dois milhões de professores do nosso país. Este ano tem sido intenso no MEC, mas ficou comprovado que é possível ter um diálogo suprapartidário sobre a educação — disse Costa, em referência aos embates políticos e à crise financeira.

Veterano do Prêmio Professores do Brasil, Ivan Nunes Gonçalves faturou pela terceira vez o troféu, desta vez com o projeto “Matematicando, tô ligado!”, desenvolvido em uma escola de ensino fundamental de Arroio Grande (RS). A ideia, conta ele, é trazer a matemática para um contexto lúdico:

— Conseguimos atrair a atenção do estudante mesclando a matemática com jogos, brinquedos e até poesia. Nosso índice de aprovação na disciplina, que antes ficava em 35%, chegou a 90%. E isso com conteúdo de verdade, os alunos aprendem mesmo.

Uma portaria que cria o Programa Nacional de Formação e Certificação de Diretores Escolares deve ser publicada pelo MEC hoje no Diário Oficial da União. O texto prevê a realização de convênios com universidades para formar e certificar gestores da educação.

Anúncios

Autor: Revista Ensaio

A Revista "Ensaio", de nível internacional, constitui fonte de estudo e de pesquisa para todos os que se interessam pela área de avaliação e políticas públicas em educação. Publicação trimestral internacional, da FUNDAÇÃO CESGRANRIO, com tiragem de 1.500 exemplares, de distribuição gratuita, Ensaio congrega, em seus Conselhos Editorial e Consultivo, educadores internacionais de notório saber, mestres e doutores nas áreas por ela abordadas, para melhor atender à sua especificidade. Avaliada no qualis CAPES como sendo A1 na área de Educação, a Ensaio é uma revista que discute a realidade da educação brasileira, além disso, prima pela amplicação do debate pois abre espaço para que pesquisadores estrangeiros publiquem estudos sobre a realidade educacional de seus países. Trata-se de um veículo de divulgação de pesquisas, levantamentos, estudos, discussões e outros trabalhos críticos no campo da educação, concentrando-se nas questões da avaliação educacional e das políticas públicas em Educação, enfatizando as experiências e perspectivas brasileiras. Ensaio é pluralista do ponto de vista das ideias e das escolas de pensamento, interdisciplinar do ponto de vista das preocupações e metodologias empregadas por seus colaboradores. A revista promove intercâmbio com países da América Latina, México, Espanha, Portugal e a Comunidade de Língua Portuguesa, mantendo também a publicação de artigos em Espanhol e em Inglês. Ensaio tem sido contemplada com o apoio financeiro do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e da CAPES/MEC, cumprindo os requisitos necessários para o recebimento de auxílio editoração. Recebeu conceito internacional "A1" na avaliação dos Periódicos Científicos em Educação realizada, em 2013, pelo Quallis/CNPq e é indexada no SciELO - Scientific Eletronic Library Online e na CLASE - Citas Latinoamericanas em Ciencias Sociales y Humanidades (México, UNAM), BBE, DOAJ, Educ@, OEI, EDUBASE, LATINDEX, REDALYC, SIBE, SCOPUS. Buscando se modernizar e atender aos novos padrões das revistas acadêmicas de excelência, a partir de 2015 a revista Ensaio adotou o sistema de submissão de artigos totalmente online. Para acessar o sistema, os autores deverão se cadastrar no site da revista e escolher um login e senha. Com estes dados em mãos, poderão não só submeter os seus artigos, mas também acompanhar todo o processo de avaliação: http://revistas.cesgranrio.org.br/ A Ensaio também adotou o ahead of print. Esta modalidade agiliza a divulgação das pesquisas, aumentando o tempo de exposição dos artigos, beneficiando diretamente nossos leitores e autores. Os artigos publicados em AOP contam com DOI e ficam disponíveis tanto no nosso site, quanto no site do Scielo até serem destinados a um número específico. Informamos também que a Ensaio continua existindo nos dois formatos, o impresso e o online, e com a mesma periodicidade. A qualidade continua sendo importante para a Ensaio e as melhorias feitas visam contribuir para o objetivo maior do periódico: a ampliação do debate sobre a Educação em tempos difíceis.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s